A importância da rotina de estudos para o aprendizado

Se administrar as atividades cotidianas já não é fácil para os adultos, imagine para as crianças! E o que podemos ver hoje é que os pequeninos têm, muitas vezes, uma rotina tão puxada quanto à de um adulto. Esportes, aprendizado de uma segunda língua e as aulas cotidianas da própria escola tomam quase todo seu tempo dificultando a criação de uma rotina de estudos, o que muitas vezes compromete o aprendizado.

Para que isso não aconteça, é preciso a colaboração dos pais, pois o auxílio dos adultos nessa organização é crucial e são necessárias conversas para que os combinados sejam feitos entre pais e filhos. Sabemos que a família exerce notável influência no rendimento escolar. Não basta dizer ao filho que é preciso estudar e porque deve estudar, deve-se enquanto ambiente familiar, oferecer à criança condições para a criação do hábito de estudo o que implica não apenas na questão do ambiente, mas na implantação de uma rotina diária de estudos, de acompanhamento e motivação. Além disso, os pais sabem que para que haja aprendizagem, é preciso existir estudo, mas para isso é necessário se criar o hábito de estudo, que vai muito além das tarefas escolares. Cria-se um hábito quando uma atividade é realizada de maneira regular, num mesmo momento ou local. Por isso as crianças necessitam dos pais para que consigam estruturar uma rotina diária, da qual os estudos façam parte.

E para que a organização do tempo funcione, é preciso pensar nas reais demandas do dia a dia do estudante e da casa. Isso não significa que os filhos devam seguir a rotina dos pais, ao contrário, é essencial para o desenvolvimento que as crianças aprendam a lidar com as questões pessoais e assim construam seus próprios horários. Não adianta os pais implantarem um padrão de rotina que massacre o estudante. É preciso ser certeiro e fazer com que a rotina auxilie e não martirize a todos. Se a organização dos estudos estiver atenta para as fragilidades e as potencialidades das crianças, poderá favorecer o desempenho da criança nas aulas.

Mas sabemos que há famílias nas quais esse momento não é possível devido ao excesso de trabalho dos pais, que geralmente atuam em duas ou três jornadas. Nesse cenário, é preciso ficar atendo ao rendimento escolar dos filhos e sempre manter contato com a Professora e Pedagoga da escola, pois já que os pais não podem acompanhar os estudos dos filhos é importante dobrar a atenção sobre eles.

Para esses formatos familiares, ou até mesmo para os pais que se sentem inseguros em estabelecer uma rotina eficaz de estudos, indica-se buscar o auxílio de um profissional. Pedagogos e Psicopedagogos podem fazer toda a diferença quando do atendimento individualizado a crianças. Geralmente atendem em consultórios ou em domicílio e realizam o trabalho estabelecendo métodos que facilitem criar uma rotina e até inculcar a responsabilidade de estudos diários na criança/adolescente.

Fonte: http://psicopedagogiacuritiba.com.br/a-importancia-da-rotina-de-estudos-para-o-aprendizado/